SOMATOTERAPIA

Por Gary Laski

Em https://www.annuaire-therapeutes.com/index-des-disciplines

Somatoterapia: curar a alma através do corpo

A somatoterapia, como indica a sua etimologia, consiste em curar pelo corpo (soma, em grego antigo), e mais concretamente pelo toque. É com uma técnica de massagem que o terapeuta permite ao seu paciente que tome consciência do seu corpo e dos bloqueios emocionais ancorados nele – porque espírito e corpo são duas faces duma mesma moeda.

Tratando o corpo, o somatoterapeuta procura curar o espírito.

A somatoterapia pretende ser uma terapia do corpo. Não tem apenas por objectivo o bem-estar, mas sim identificar e eliminar os problemas psicológicos já somatizados, ou seja, que se traduzem efectivamente por dores físicas.

O termo "psicossomático", que é criado por Johann Heinroth, data do final do século XIX. A medicina procurava, então, compreender de que forma os males do espírito podiam tornar-se os do corpo. Sigmund Freud, o fundador da psicanálise e Georg

Groddeck, um dos seus precursores, desenvolveram a pesquisa sobre a somatização, ou seja a repercussão dos males do espírito sobre os do corpo, desde o início do século XX.

Em 1962, Pierre Marty, médico e psicanalista, funda a escola de psicossomática de Paris, da qual saíram as terapias psicocorporais, designadas, desde essa altura, por "psicosomatoterapias", segundo o termo elaborado por Richard Meyer, fundador da EEPSSA (Escola europeia de psicoterapia socio et somatoanalítica).

Uma sessão: para quem e para quê?

O somatoterapeuta tem por finalidade escutar e acompanhar o paciente, a fim de evacuar o seu sofrimento. A somatoterapia adapta-se a qualquer pessoa que sofra com mal-estar.

Também pode recorre-se a esta terapia para resolver problemas profundos, ou quando há o sentimento de que certas dores físicas correspondem a angústias, indisposições, obsessões ou bloqueios psicológicos. Mas a somatoterapia é igualmente recomendada quem atravessa períodos de ansiedade, depressão ou angústia, quando não se consegue fazer face à vida quotidiana ou encontrar equilíbrio na vida.

Algumas informações úteis sobre uma sessão

Com quem?

O somatoterapeuta utiliza uma abordagem multidisciplinar que vai buscar outras técnicas terapêuticas que agem sobre o corpo mas também sobre o espírito: hipnose, gestalt, massagens, meditação – entre outras. Todas as práticas estabelecidas que podem fazer progredir o paciente interessam ao terapeuta e ao paciente.

Por outro lado, o aspecto psicanalítico da iniciativa terapêutica permite diagnosticar com precisão os problemas e expectativas do paciente, a fim de saber que método e cuidados são mais adequados.

Uma sessão

A sessão começa com um inquérito de cerca de um quarto de hora para compreender quais são os problemas e expectativas do paciente e o que ele estima precisar de cura.

Serão, então, definidas as modalidades da terapia: os instrumentos, os métodos. Cada paciente é diferente, e por isso cada acompanhamento é também diferente.

As sessões terminam sempre com uma fase de repouso, que se segue à massagem, para que o paciente possa sentir a diferença e os progressos da cura.

Cada sessão dura cerca de uma hora, podendo ter uma regularidade semanal ou mensal. Algumas sessões podem ser mais longas ou o seu ritmo mais aproximado. Depende da disponibilidade, dos métodos e dos instrumentos, assim como da abordagem do terapeuta.

Interações do Leitor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *