SOFROLOGIA

Por Marie Courtneau

Em https://www.annuaire-therapeutes.com/index-des-disciplines

Sofrologia: A harmonia do corpo e da mente

Este método de relaxamento bem conhecido e reconhecido foi criado em 1960 pelo neuro-psiquiatra espanhol (de origem colombiana) Alfonso Caceydo (1932-2017). A sofrologia é uma síntese dos métodos de relaxamento ocidentais e orientais. Assim, várias técnicas como o método Coué, o treino autogénico de Schultz, yoga e Zen constituem a sofrologia e é isso que torna esta abordagem do desenvolvimento pessoal tão completa. 

Etimologicamente, a sofrologia é a união de três palavras gregas: sôs (harmonia), phros (consciência) e logos (ciência e estudo). Ao mesmo tempo, filosófico e terapêutico, visa estudar a consciência por uma observação sem julgamento - e transformá-la. Combina a técnica de respiração controlada, relaxamento profundo, concentração, visualização, atenção à postura, equilíbrio e movimento, com o estudo e a transformação da consciência.

A sofrologia inclui também alguns exercícios próximos do pensamento positivo. A partir dos anos 70, a influência da sofrologia disseminou-se gradualmente, através de várias conferências. A primeira realizou-se em Barcelona. Este congresso foi intitulado de "Sophrology, Medicine of East and West" e reuniu 1400 profissionais. A sofrologia é uma disciplina também espiritual, no sentido de considerar certos postulados filosóficos, como o facto de que a felicidade não deve ser procurada no exterior mas em si mesmo; assim como a procura de um estado mais elevado de consciência, a consciência "sofónica".

Uma sessão: para quem e para quê?

Alguns utilizam este método de forma preventiva, para manter um estado, outros por antecipação a um parto ou mesmo em fim de vida. Em complemento a um tratamento específico, é importante para estados de ansiedade, insónia, depressão, fobias, dores e doenças crónicas, vícios e também problemas digestivos (colite ou gastrite) ou doenças de pele (acne, psoríase, eczema), úlceras e alergias (rinite, asma, intolerâncias alimentares). Também reduz a dor e a náusea após cirurgias e é oferecido em alguns hospitais como parte do tratamento no cancro.

A sofrologia também é adequada para ajudar pessoas que se preparam para um exame ou prova desportiva. Em particular, permite adquirir uma concentração mais precisa ou melhorar a aprendizagem de línguas estrangeiras. Verdadeiro apoio ao desenvolvimento pessoal, aqueles que praticam a sofrologia encontram muito mais do que aquilo que procuravam, com a tomada de consciência de outra dimensão e um melhor conhecimento de si mesmos.

Condução de uma sessão

Embora se trate de uma técnica de relaxamento, o paciente nunca está deitado e geralmente senta-se com as costas direitas, os braços relaxados ou às vezes fica de pé.

Inicia-se com exercícios de respiração que activam o alinhamento corporal e as técnicas de visualização, que permitem trabalhar mais especificamente sobre os assuntos em que estamos focados ​​(superar a dor física ou mental, apaziguar um evento passado, esclarecer um projecto futuro, etc.).

Um último e mais avançado grau da prática visa a consciencialização ampla através da meditação sobre os valores da humanidade, da sociedade...  Em geral, existem três fases numa sessão de sofrologia: diálogo pré-sofrónico, prática e diálogo pós-sofrónico. A primeira fase refere-se ao acompanhamento da terapia em si. O paciente fala sobre os efeitos da última sessão na sua vida diária, enquanto o terapeuta fornece informações sobre o curso da sessão e os objectivos que vão ser estipulados. A segunda fase corresponde aos exercícios de sofrologia e a terceira fase é o momento em que o paciente faz o balanço da sessão.

Interações do Leitor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *