REFLEXOLOGIA

Por Caroline Morel

Em https://www.annuaire-therapeutes.com/index-des-disciplines

Para restabelecer a circulação de energia.

A reflexologia é uma terapia holística que visa restabelecer o equilíbrio energético do corpo e estimular as capacidades de auto-cura. Esta terapia utiliza massagens e pressão em determinadas zonas reflexas, cheias de receptores epidérmicos, nos pés (reflexologia podal), nas mãos (reflexologia das mãos), na cara (reflexologia facial) ou nas orelhas (auriculoterapia). A reflexologia considera que a totalidade do corpo humano está representada nestas quatro zonas, que são miniaturas do nosso corpo. Alguns pontos específicos das mãos, pés, cara ou orelhas correspondem a certas partes do corpo ou determinados órgãos. Ao praticar-se pressão nestes pontos reflexos, obtém-se um efeito terapêutico sobre o órgão ou na parte do corpo a que estes correspondem.

Para quem e porquê?

O terapeuta reflexólogo procura desbloquear tensões ou dores praticando movimentos de pressão, rotação e deslizamento. Segue um protocolo preciso insistindo em determinadas zonas, o que ajuda o corpo a equilibrar-se. Desta forma, as pessoas que sofrem de stress, tensões, esgotamento ou ansiedade, podem sentir alívio pela acção da massagem. A reflexologia pode também ajudar a melhorar a circulação sanguínea, a activar o sistema linfático e, de uma maneira geral, a harmonizar as funções vitais, proporcionando simultaneamente uma descontracção muscular. A sua acção permite eliminar toxinas e devolver a vitalidade ao organismo como um todo.

Pode ajudar a acalmar os distúrbios ginecológicos, gástricos ou respiratórios. Pode também ser recomendada a pessoas que sofram de problemas de pele ou distúrbios do sono. Em suma, é uma terapia de relaxamento que tem efeitos positivos tanto ao nível emocional como físico.

A consulta

Após uma conversa entre o praticante e o paciente, este deita-se na marquesa para a sessão de reflexologia. Na reflexologia podal, o terapeuta instala-se ao nível dos pés do paciente e executa as massagens e pressões em cada pé de acordo com um protocolo determinado. Procuram-se pontos dolorosos e pontos com cristalizações que podem designar desequilíbrios ou um mau funcionamento de um determinado órgão. A reflexologia da mão segue o mesmo protocolo. Para a auriculoterapia, a busca dos pontos dolorosos faz-se com uma caneta própria, que o terapeuta aplica, pressionando ligeiramente em pontos precisos da orelha. Pode ainda colocar esferas auriculares seguras por um pequeno quadrado de fita adesiva. Praticando uma ligeira pressão sobre estas esferas, o terapeuta vai estimular o órgão ou a função correspondente para que se restabeleça o equilíbrio. Na reflexologia facial, por seu lado, o paciente pode estar de pé, sentado ou deitado. O terapeuta utiliza um pequeno taco de madeira ou metal com pontas arredondadas e faz massagens, que lembram o movimento de apagar com a borracha, em toda a superfície facial. A reflexologia não é recomendada a mulheres grávidas, a pessoas com problemas cardíacos ou circulatórios recentes (flebite). É ainda contra-indicada se houver inflamação ou traumatismo na zona a ser massajada.

Interações do Leitor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *