QUIROFONÉTICA

Fonte: http://www.sab.org.br/portal/medicinaeterapias/138-quirofonetica

(Adaptação)

Descrição

A Quirofonética é uma terapia corporal que reúne recursos da massagem e da fala, esta última enquanto movimento e força plasmadora. Os livros sagrados denominavam Logos, ou Verbo, esse actuar formativo da sabedoria que tudo movimenta.

Criada na Primavera de 1972, em Linz (Áustria), pelo Dr. Alfred Baur, a Quirofonética (do grego: cheiros - mãos; phoné- som) actua a partir da constatação de que o organismo fonador - desde o pulmão que fornece ar para a articulação dos fonemas, até aos lábios, que são o obstáculo mais externo da Fala - constitui um "Homem da Fala" e está relacionado com o organismo como um todo.

Está fundamentada no conceito de metamorfose, desenvolvido por Goethe, e na imagem proposta por Rudolf Steiner (criador da Antroposofia) sobre a organização trimembrada do ser humano (em três sistemas: neuro-sensorial, rítmico-circulatório e metabólico-motor relacionados com o pensar, sentir e querer, que se referem, por sua vez, a níveis diferentes de consciência).

Cada área do sistema fonador corresponde às regiões e órgãos do ser humano total: a cavidade buco-nasal corresponde ao tronco do “ser humano da fala”, onde o palato mole é o seu abdómen e o palato duro corresponde à caixa torácica (o coração é a língua), os pulmões são as suas pernas, os dentes correspondem à metamorfose da sua cabeça. A laringe é o útero materno metamorfoseado: a laringe traz fonemas ao mundo como o organismo feminino dá a luz à criança.

Na prática, a Quirofonética é aplicada como um deslizamento no corpo do paciente (nas costas, braços e mãos, pernas e pés, conforme indicação diagnóstica), facilitado pelo uso de óleos medicinais. São deslizados desenhos fonéticos de vogais e consoantes, que correspondem ao movimento que o ar executa para a emissão dos fonemas, enquanto, simultaneamente, o terapeuta entoa o som correspondente aos fonemas escolhidos. Sempre aplicada com o paciente desperto, é portanto uma terapia perceptiva e receptiva.

As forças plasmadoras dos fonemas são acolhidas e vivenciadas pelo paciente, através do tacto, do calor, da audição e da percepção de movimento, considerados sentidos básicos para o desenvolvimento da qualidade humana do ser. A qualidade curativa dos fonemas é acolhida graças ao processo de imitação inerente ao ser humano.

A fundamentação e a aplicação prática da Quirofonética são descritos extensamente no livro de Alfred Baur, O Sentido da Palavra: no Princípio era o Verbo, São Paulo: Editora Antroposófica, 1992.

Campos de Aplicação da Quirofonética

Na Fonoaudiologia: nas dificuldades de aquisição da linguagem (afasias, disfasias, gaguez...), nos distúrbios de leitura e escrita.

Na Psicopedagogia ou Pedagogia terapêutica: nas dificuldades de aprendizagem (síndromes da atenção, dificuldade na percepção e memória, hiperactividade ou apatia...), nas dislexias.

Na Psicologia: no acompanhamento das crises biográficas, nos sintomas de stress e sintomas psicossomáticos, nos distúrbios do sono (insónia) e do apetite (anorexia, bulimia), no acompanhamento da adição a drogas e à obesidade, nas dificuldades de desenvolvimento da criança, na enurese nocturna, nas fobias e ansiedade infantil, na harmonização dos tipos de constituição e de temperamentos.

Na Psiquiatria: como complemento dos tratamentos de distúrbios bi-polares, nas depressões, nas psicoses, nas epilepsias, no autismo infantil.

Na Medicina: no acompanhamento das doenças respiratórias (asma, bronquite), em distúrbios digestivos e metabólicos, no acompanhamento ao climatério e distúrbios menstruais, de quadros neurológicos (paralisias e paresias cerebrais, nas epilepsias), de doenças crónicas, de quadros degenerativos (como a esclerose múltipla), de deficiência imunológica, de cancro, SIDA e outras doenças da nossa época.

Actualmente, a Quirofonética é praticada em vários países de três continentes: na Áustria*, Suíça, Holanda, Alemanha*, Itália*, Espanha* e Portugal, Finlândia, Inglaterra e na Irlanda, na Escandinávia, na República Checa*, na Austrália e Nova Zelândia, nos Estados Unidos (no Havai), na Argentina e no Brasil*.

(*Países que desenvolvem Cursos de Formação e Reciclagem).

A Quirofonética integra o conjunto de facetas da Medicina Antroposófica.

Interações do Leitor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *