HIDROTERAPIA

(Ver também TALASSOTERAPIA, HIDROTERAPIA DO CÓLON, TERMALISMO, WATSU)

Por Lucile de La Reberdière

em: https://www.annuaire-therapeutes.com/therapies/64-hydrotherapie

Em uso interno e externo, a água trata desde tempos imemoriais

A Hidroterapia engloba todos os tratamentos nos quais a água é utilizada. A água salgada, ou doce contem propriedades naturalmente terapêuticas para numerosos problemas e afecções.

Uma sessão: para quem, para quê?

 

A tradição das abluções na Índia, os banhos na Turquia, o vapor das saunas nos países escandinavos, ou ainda as fontes de água quente do Japão demonstram a importância que os povos sempre atribuíram a este elemento da natureza. Desde sempre, a água tem sido utilizada pelas suas virtudes purificadoras do corpo e do espírito, seja porque prepara práticas espirituais, ou porque reforça a vitalidade.

Nos nossos dias, as curas termais e as talassoterapias progridem sob a forma de retiros para recuperar a saúde, ao ritmo de programas de cuidados aquáticos sofisticados. A hidroterapia restaura o movimento no corpo e proporciona uma energia poderosa. A água contem ainda minerais essenciais à saúde como o cálcio, o potássio, o magnésio e o iodo. Com a água quente o corpo liberta as toxinas e combate as infecções, ao passo que a água fria beneficia o sangue, que se regenera. A hidroterapia é recomendada a pessoas que sofrem de dores articulares, artroses, problemas circulatórios, problemas respiratórios, dores musculares ou menstruais, bem como certos problemas de pele. Mas a hidroterapia compreende igualmente os clisteres ou irrigações internas para purificar o microbiota intestinal. Poderemos também integrar na hidroterapia as práticas em piscina como o watsu, um relaxamento inspirado no shiatsu.

Algumas modalidades

Encontramos geralmente os banhos associados à cromoterapia, aos banhos de marcha, aos banhos de água fria, aos banhos carbo-gasosos, aos duches de jactos drenantes, às inalações, às saunas, à água nebulizada, à água mineral para beber, ou ainda aos envolvimentos de algas no caso da talassoterapia, que valoriza o conjunto dos benefícios marinhos.

A aromoterapia e a ervanária podem ser integradas nos protocolos dos tratamentos através dos óleos essenciais ou de extractos de plantas medicinais. Esses tratamentos são fornecidos durante estadias completas em locais de tratamento, mas também se pode beneficiar da água em SPAS, com um objectivo simples de obter bem-estar e boa forma.

No caso da irrigação do cólon, a água promove um movimento suave no intestino grosso, ajudando a eliminar os seus resíduos. Ela é praticada com auxílio de uma máquina específica de cânula dupla, manipulada por um terapeuta especializado. Não existe a necessidade de se deslocar em estadias fora da sua residência, pois numerosos especialistas qualificados recebem em consultório.

Interações do Leitor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *